Engenharia Civil

Geração de energia elétrica a partir do Sol
28 de setembro de 2018

 + O que é o curso?

A Engenharia Civil é o curso voltado à formação de profissionais que irão atuar com os projetos, no gerenciamento e execução de obras, assim como na construção e reforma de estruturas como edifícios, casas, estradas, pontes e barragens. A matriz curricular e os estágios obrigatórios do curso têm o objetivo de capacitar o aluno, e futuro engenheiro, a trabalhar com diferentes aspectos da Engenharia Civil. Cabe ao engenheiro civil a projeção das fundações necessárias na construção, além da seleção dos materiais, projeção de prazos, cuidado com a segurança e qualidade das obras.

No início, séculos atrás, a Engenharia Civil era reconhecida como uma especialidade distinta da especialidade da engenharia militar. Era, portanto, uma especialidade técnica autônoma, uma vez que a engenharia clássica estava relacionada ao poderio militar, como armamentos e fortificações. No Brasil, foi assim também o início da Engenharia, com o curso de Fortificações e Desenho na Real Academia de Artilharia. No século XIX surgia o curso de engenharia de pontes e calçadas. E em 1858 foi instalada a Escola Central, no Rio de Janeiro, inclusive com um curso de Engenharia Civil, carreira consolidada anos depois na Escola Politécnica do Rio de Janeiro, em 1874.

+ As atividades do profissional

O engenheiro civil é o responsável pelas etapas da construção e reforma de edifícios, desde o projeto até a execução, e também pela supervisão dos detalhes, como das redes elétricas, e hidráulicas.

As áreas em que pode atuar são variadas, desde a construção de estradas, rodovias, pontes e barragens, como também na construção de estruturas e edificações. Outro setor que demanda profissionais da Engenharia Civil é a administração predial.

O engenheiro civil é também responsável pela emissão de laudos técnicos, e  pode trabalhar diretamente relacionado ao solo, a obras de estruturas e fundações, e na área hidráulica e de saneamento.

+ As matérias do curso

Além das matérias elementares da Engenharia, como matemática, física, informática e química, é possível destacar os seguintes assuntos presentes na matriz curricular, com variações conforme a universidade: arquitetura e urbanismo, introdução à sociologia urbana, resistência dos materiais, sistema de esgotos, concreto armado, pontes, hidrologia, materiais de construção civil e mecânica das estruturas. Também fazem parte do currículo temas relacionados à administração e economia.

O curso tem a duração de 5 anos, com estágio e trabalho de conclusão de curso obrigatórios. Além do curso em Engenharia Civil, outras ênfases e denominações são encontradas, como Engenharia de Produção Civil, e cursos com matriz curricular similar, como Engenharia de Transporte e Engenharia Portuária.

Estas formações se relacionam às áreas de especialização da Engenharia Civil, como transporte, geotecnia, hidráulica e saneamento.

+ O mercado de trabalho

Apesar de já ter sido considerado um setor que sempre demanda um grande número de profissionais, há reflexos do contexto econômico do país também na Engenharia Civil. Com a desaceleração do crescimento no setor da Construção Civil, as oportunidades aos engenheiros também sofreram uma diminuição. Mas, ainda assim, é uma área com boas oportunidades aos profissionais, e na qual vale a pena investir.

No mercado, espera-se uma retomada do setor neste ano, e eventos como as Olimpíadas 2016 representam promessas de estímulo à Engenharia Civil.

Fonte: https://blogdaengenharia.com/engenharia-civil/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *